ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

ONDE SEGREGAS TANTO SENTIMENTO



“Quero escrever-te até encontrar
onde segregas tanto sentimento.”
Adélia Prado

Eu sei que ainda há jornada a percorrer. E para isso preciso de meus pés. Preciso dos teus.

Cada vez que te ouço, feito quebra-cabeça arrumo uma peça nessa jornada. Que não volta atrás na fidelidade ao Senhor.

Tua presença é necessidade e alegria. E quando prevista me enche de coragem. E quando imprevista me causa uma avalanche. Em que nunca sei a correta adequação.  O menos é mais e o menos é muito é tão grande.  Que não dou conta do que sou do que és do que somos . E poderemos ser.

Onde segregar tanto sentimento? Talvez nos meus olhos baixos, talvez em tua convicção do céu, talvez nos escassos olhares em que nos vemos em verdade, talvez em nada, talvez.
Que eu sempre te olhe através dos olhos de Jesus.
Que você sempre me olhe através dos olhos de Jesus.
E gozemos a paz de tudo de lindo que nos é dado: a fraternidade e a palavra.

Nívea...

Nenhum comentário: