ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

sábado, 6 de outubro de 2012

EDIÇÃO COMEMORATIVA DE 05 ANOS DO BLOG



Dia 08 de Outubro de 2012 completo 37 anos e o meu blog completa 05 anos, comecei a postar meus poemas em 2007.

Meus amigos Letícia, Leandro e Jordana e a minha irmã Camila insistiram pra que eu abrisse o blog e eu resisti um pouco, dada a ignorância com as questões de informática, e com uma ajuda e um empurrão da minha querida irmã comecei o blog no dia do meu aniversário em 2007, estava na casa da Camila em Niterói, e iniciar o blog nesse dia foi bom porque assim nunca esqueço o aniversário do blog.

Antes de iniciar o “Retratada”, meu trabalho, minha vida com as palavras, escrevendo mesmo já tinha nascido, no ano de 2000 todas as palavras vieram me habitar e elas queriam sair pular correr voar mundo afora e foi pelo amor que senti por meu querido Thiago de Mello, que abriu meu coração fechadinho com o seu braço de poeta encostado no meu, então soltei as minhas palavras ao vento! (Feito menina correndo na chuva) Tenho certeza que soltei-as ao vento do Espírito Santo, apesar de todas as circunstâncias que emolduraram aquela época.

Em 2002, pela graça de Nossa Senhora e dos esforços de meu pai Marcos, publicamos o “Retratada” meu primeiro (e único livro publicado). Esse livro, metade poemas – metade prosa poética, me rendeu estrada, encontros, saraus, e uma força de realização, eu posso escrever, publicar, ir ao encontro das pessoas, enfim fazer com que o livro exista como um objeto, como uma coisa, como um papagaio de papel, como um pássaro de muitas asas.

Agora, escrever para o blog tem sido uma alegria da disciplina, postar pelo menos um texto por mês, mas tem sido mais, tem sido um diário, um púlpito para o que preciso dizer e acho que só tem esse jeito de poder me ouvir...

A poesia veio a mim enquanto agente (porque enquanto paciente desde que nasci ela é parte de mim, desde que aprendi a ler ela é parte de mim) de uma forma muito bonita e eu tenho que honrar esse começo, cotidianamente. Mas deixando de lado esse fato, poesia pra mim é pão, do qual eu preciso me alimentar, mas também alimento que eu preciso fabricar, e não é uma questão autônoma, tudo me habita para eu construir, foi Deus que me deu esse talento e eu não posso enterrá-lo eu tenho que prestar contas dos dons multiplicados ao meu Senhor.

Às vezes eu fico triste por não sair desse pouco que tenho vivido ultimamente com a poesia, eu prometo mais a ela, eu prometo tudo a ela. Todos os meus esforços (inclusive com a minha realidade de pedra) para que ela floresça e mais que isso, se cumpra a nossa missão, dela para comigo, de mim para com ela e nossa para com as pessoas e também nossa para com o nosso Pai do céu.

Eu tenho certeza de que não é em vão que Deus me deu esse imenso presente, que me deixa tão feliz, tão feliz. Mais que uma vocação eu tenho uma missão com as palavras e eu vou honrar o meu destino. Que não tem nada que ver com o glamour das passarelas literárias. (embora disso não se possa dizer não provarei, é o imponderável...) Acontece que não é a isso a que me proponho hoje, eu quero o trabalho beneditino, eu quero o trabalho bendito de chegar perto de alguém e colher e entregar uma flor (urdida de som letras suor e amor).

FELIZ ANIVERSÁRIO !!!

Nívea Moraes Marques

Nenhum comentário: