ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

CORAGEM




Coragem
Nívea Moraes Marques

Habita o meu sorriso uma falta de coragem intrínseca com a vida
Embora a tudo me proponha
Submissa reverbera meu credo e a cruz
Rasga meu coração uma palavra cheia de alegria
Que sublinho
embora não abrace toda a sua extensão
submissa repito
“coragem e alegria”
meu corpo dança um balé comportado e contido
do incontável tempo da espera
eu não sei o que me espera
eu não quero esperar por nada
eu não quero me preparar
eu não quero bordar
eu não quero construir poemas
e tirar poeira de palavras
eu apenas ouço silenciosos passos
amontoados passos
passos que se vão unindo ao nada
ao abismo
ao calado dessa hora
para me provar
que depois da espera
será diferente o nada
será
e eu já não sei pra quê
querer
eu já não quero querer
eu temo querer

De interpretar palavras
construo outra bíblia
e meu Deus ali
habita
e vai rasurando
tudo
caprichosamente
impõe a sua escrita
eu fico tonta
e deixo lápis
deixo expectativas
eu só tenho medo
de tantas certezas
quando Deus mergulha
meus cabelos num rio
que tem sempre uma cor diferente e
que combina com meus olhos
mas que eu não enxergo no espelho.

Nenhum comentário: