ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

terça-feira, 1 de maio de 2012

ALÉM DO AMOR



Para além do amor moram nossas mãos juntas numa pastagem de graminha, que a poesia também planta (a poesia serve a quem vence o vencedor).
Para além do amor a conversa delicada de tudo o que somos:
Unos como unos somos: únicos em corpos, alma e espírito. (é preciso calar tudo o que já não tem qualquer importância).
Além do amor há que se forjar um sentimento maduro, colhido como fruta doce, como fruto do trabalho mesmo de amadurecer sãos (santamente).
Meu jardim eu te ofereço, te ofereço os meus olhos limpos, os percalços que fizeram calos nos meus pés, os caminhos que quero pra mim, e porque não os teus próprios sorrisos, te ofereço!
A São José rogo pelos meus trabalhos de mãe, meus trabalhos de mulher que tem zelo e coração. Um coração ora machucado, ora magnífico, em todas as horas apenas um coração, que não se dispõe a amar esse prometido meu, para além do amor quer ser dele, quer ser com ele, nada mais que mais uma silenciosa família que reconhece e recolhe o sagrado nas redes que lança, mais uma vez, mais uma vez, mais uma vez. ...Nívea...

Nenhum comentário: