ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

domingo, 4 de dezembro de 2011

MULHERES DE AREIA




Para as queridas que se esvaem em lágrimas pela Ruthinha e pelo Marcos...



A cada vez que te encontro sua face se disfarça em olhos e lábios
que desconheço
aliás, não te conheço

A cada vez que te vejo nada acontece mas é sempre uma novidade
inventamos recomeços
aliás, nunca um começo

A cada vez que nosso caminho parece se tocar
não tocam sinos, mas minhas pernas tremem um pouco
você poderia ter a mesma intenção que tenho no olhar
aliás, brevemente nos olhamos

aliás tudo é providência

aliás quase sou inteiramente tola

aliás "tudo" pode ser unilateral

aliás pouco me importa

se Ruthinha e Marcos voltaram a ter sentido pra mim!

...Nívea...

Nenhum comentário: