ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

terça-feira, 1 de novembro de 2011

SALMOURA



Moraes
Nívea Moraes Marques

Meus pés transbordam delicadeza pintados à mão
para bordar o chão da dança
Meus olhos mouros
tem um castanho claro emoldurado de negro
que ilumina essa benigna sedução
Ao me observar, já não somos mais os mesmos
estamos costurados à música
e vamos nos aproximando, sem nos tocar
os aromas de café, dos números arábicos
das cores sem fim azul marinho e magenta
da esperteza da linguagem
se apertam nos nossos perfis
somos outro povo, dentro do povo
cotidiano
somos outra terra, dentro do solo
do Brasil
acolhemos nossa bela ascendência
num caminho de regressos
num paladar de hortelã
e num sonho cheio de véus
cobrindo de névoa essa noite
mil em uma
noite
a dos nossos perpétuos votos.

Nenhum comentário: