ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Mãe do céu morena



Minha mãezinha
Nívea Moraes Marques

Minha mãezinha,
da beira do seu manto
faço um lencinho
para deixar cair
gentilmente
as minhas lágrimas de devota

Mãe quantas coisas quero te pedir
e talvez a mais importante:
Me ensina a ser mãe
Mãe das crianças que me foram confiadas
Mãe das crianças que me serão confiadas
Mãe dos adultos que igualmente estão sob meu patrocínio
A vida de uma advogada é interceder
É lutar
Mas às vezes estou tão cansada e sem estímulo
Mas não posso me esquecer que carrego no meu próprio
Ventre a tua missão

Mãe me ensina o teu sorriso
A tua amizade com Deus pai
O teu repouso no Espírito Santo
A tua meiguice de filha e mãe de Jesus

Mãe já te pedi tantas vezes e consagrei a minha tarefa de dizer
à sua messe de benefícios
Hoje eu renovo meus votos

Eu quero ser mãe ao dizer, ao encontrar, ao pronunciar e escrever cada palavra
Para ser tua
Para ser modelo teu
Feito objeto fabricado com selo de origem
(Nunca quero um sorriso que não seja um sorriso teu)

Meu coração, envolto por um filózinho feito fosse pão de açúcar,
Envolto está por tuas mãozinhas
Cultivado e regado, arado, cuidado, sazonado por todos os tempos
Que tu Conjugas, mãe
Especialmente por mim,
Mãe querida da minha nação, mãe do meu Brasil, minha mãe aparecida no vale
em que habito.

Nenhum comentário: