ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

TEMPO QUE DORME AO LADO DO MEU LEITO

Signo Arbitrário
Nivea Moraes Marques


"eu devoro o meu amor,
arbitrário como um cinco."

Antônio Carlos Secchin


Guarda as tardes em teu nome ungidas
e pendura as minhas camisolas na janela
de teu quarto

Perguntei a Deus quando viria
e Ele não me esclareceu datas
mas me confortou com as preces
de Tobias e Sara

Pede ao tempo para acompanhar meus passos
e vir dormir ao lado do meu leito
e me sorrir sorrisos de manhãs que acordam
tão simplesmente

Como uma pomba que evita correios
serei eu mesma toda a mensagem
um espírito santo que te acompanha
em qualquer jornada

Para dentro da rocha que fundamos
os aromas todos são quentes
como café acabado de cuar

Para dentro dos meus lábios
inteiros envolvidos os teus
nunca será tanta a realidade
quanto os beijos que nos daremos
e eu sei que sabemos
sempre estaremos por um triz
(pois há muito perigo na vida de quem
tão simplesmente
ama).

Nenhum comentário: