ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

sexta-feira, 11 de junho de 2010

UNIDADE

Trindade
(Nivea Moraes Marques)


Toda noite num gramado próximo a um conjunto de casas, encontram-se três pessoas: o Pai, o Filho e o ... Cachorro!

Eles se encontram ali para brincar e ensinar o Cachorro.

É muito silenciosa a tarefa dos três amigos e com que harmonia eles se comunicam apenas por olhares.

O Pai joga o bastão de madeira e o Cachorro corre para alcançá-lo; o Filho, na retaguarda, espera o Cachorro para abraçá-lo como prêmio e incentivo ao cumprimento da tarefa.

Dentro da relação, que empresta unidade aos meus três personagens, é a simplicidade que confere o nó do laço que os aperta.

Dentro da relação, que confere apenas uma vida aos meus três personagens, é nítida a tarefa de cada um: O Pai deflagra a ação, o Filho tem o contato físico que acompanha aquele que se envia e o Cachorro obedece ao comando e vai exercer a tarefa.

No meu coração, esses três personagens compreendem a Trindade Santa (um Deus que ao mesmo tempo é três).

Um Deus que ao mesmo tempo é três: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo (o Cachorro, dócil à vontade do Pai, próximo ao contato do Filho, presto a ser enviado).

Toda noite num gramado próximo a um conjunto de casas, encontram-se três pessoas e eu, que entendo o meu Deus na comunidade tão bonita do Pai, do Filho e do Cachorro em sua simples tarefa de conviver com afeto de pai de filho e de cachorro.

Nenhum comentário: