ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

domingo, 5 de julho de 2009

BANDIDO

Bala sustada
Nivea Moraes Marques


“Me rende com sua bala”
Djavan


Para uma boca azul
um cadeado sem chave

Preso os meus braços
sob as rendas do seu travesseiro

E nunca mais me deixe pronunciar
pa-la-vras

No nosso intervalo cabem papagaios, piratas
e uvas rubis

Para uma boca azul
sem cadeado: só beijo

Beijo entre lágrimas
Beijo de língua
Beijo gelado
Beijo no inverno dos tempos

O que a paisagem demora a reconstruir,
eu preciso destruir em um só dia
com a bala sustada do seu revólver

Bandido..., eu perdi a hora dos seus sonhos.

Nenhum comentário: