ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

domingo, 21 de outubro de 2007

ARRECIFES, TANGO E BUQUÊ

pintura de Guignard




Vôo Noturno

Eduardo Alves da Costa


Fecho os olhos, respiro, ganho

altura e sinto a maresia

no reverso do rosto.

Há estrelas pressentidas,

mas não posso vê-las porque

mergulho, para dentro.


Reencontrar os amigos de infância:


Arrecifes

Nivea Moraes Marques


Dentro do silêncio dos seus rostos,
samambaias
cactos
e estrelas.

Só quero estar entre vocês

presa entre ombros tão bem desenhados

parede de titãs

asas de sabiás

Nunca poderia decifrar nossos velhos hábitos

Monges conquistados pelo dia

e se me perguntarem por seus segredos noturnos

Não digo uma palavra

Só relembro que os carnavais em bananal jamais serão os mesmos.

Mergulho para dentro

nessas horas passadas juntos

e me pergunto há quanto tempo eu não sabia o que é ter um amigo.



A dança dos noivos:


Em tango

As pernas trançam os passos
Os pés desenham os riscos no chão
O corpo ereto dá à ginga o compasso
A face expressa os muitos amores carmins
A flor no cabelo engomado é detalhe e desfecho

A sanfona, em tango, traduz o sotaque das cardiopatias.





Dia 20/10/07 foi o casamento da noiva (marroquina sim!) Patrícia, ela e Francisco desenharam num tango bem dançado o seu futuro de amor. Conquistados pelo clima, quase fui eu quem pegou o buquê (onde andará o meu portenho?), mas o tiraram das minhas mãos, uma outra noiva arrepiada que teme ser abandonada no altar, será minha sorte indo pelos ares? Mas o mais importante não foi isso, foi comer e beber ao lado dos meus velhos e velhacos (Gê) amigos.
Távola redonda de tantos sonhos e pensamentos vãos compartilhados. Como é bom estar ao pé deles. Como é bom despir-me aos seus olhos e sermos crianças de novo. Aos olhos de Jesus nós somos sempre crianças. De mãos dadas apenas dançávamos louvando a alegria, enquanto os milagres aconteciam, principalmente o da multiplicação do Proseco.

Foi muito bom, beijos Lê e Leandro, Camila e Jader, Iza e Renato, Jordana e Carlos, Gê, Simone. Amo muito todos vocês.

(Breve no Blog as fotos)

Um comentário:

Dinda disse...

Também amamos você, menina da poesia, que tem o talento pra fazer a noite rimar. Foi uma delicia encontrar todo mundo. Principalmente vc! beijoca