ESTRELA DAS ÁGUAS BLOG DE LITERATURA INFANTIL

terça-feira, 9 de outubro de 2007

AMOR VEGETAL

AMOR VEGETAL
Nivea Moraes Marques

Dentro dos vegetais há um coração laranja que diz quando é hora de partir e de chegar, quando é hora de amadurecer e crescer, quando é hora de se deixar colher.
Há vegetais que pressentem os sinais do tempo e serenamente informam quando há chuva ou quando é seca.
Os vegetais não gritam ou imploram, os vegetais habitam suas próprias delongas, suas próprias querelas, sua própria viuvez.
Quando alguém ama um amor vegetal, não é que se possa se considerar uma abóbora ou uma cenoura é que já passou por todos os percalços e ainda assim: ama.
Um amor vegetal é um amor que amadurece mudo, que quase nada gasta de ternura e tempero, tão distante se encontra de seu próprio objeto.
Um amor vegetal é secularmente vivido em cada tão pequeno gesto e ato que nunca pode ser roubado ou vendido.
Amo um amor vegetal tão esquecido de si que quase nem tem nome ou nem tampouco se prepara para longas presenças, longas distâncias.
Um amor vegetal não se presenteia, nem aos domingos; é calado, já disse.
Dentro do amor vegetal só as tardes são permitidas, ele que já foi um amor qualquer dentro de um animal, hoje quer hortaliças e flores, pertence a esse reino e nunca se furtará ao fato de que enquanto o sol e a chuva inundar o seu talo, florescerá, para sempre inesquecível.

AMOR VEGETAL
Affonso Romano de Sant´anna
Não creio que as árvores
fiquem em pé, em solidão, durante a noite.
Elas se amam. E entre as ramagens e raízes
se entreabrem em copas
em carícias extensivas.
Quando amanhece,
não é o cantar de pássaros que pousa em meus ouvidos,
mas o que restou na aurora
de seus agrestes gemidos.

Um comentário:

Jordana disse...

Nivea, querida.Bem-vinda. Fique pra sempre. Seu lugar é aqui. Seu lugar é nos livros. Seu lugar é em uma folha de papel. Seu lugar é onde existam olhos pra te ler (ou ouvidos pra te ouvir). E corações pra te entender. Seu lugar é perto da gente. Bem-vinda. Eu vou agora te ler pra sempre. Com todo o carinho. Jordana